quarta-feira, janeiro 25, 2012

Nossa Missão é Servir


Sobre Boas obras: Nossa missão é servir

Texto base: Efésios 2.10

Introdução
Muitos livros de auto ajuda têm tentado nos convencer de que devemos viver felizes, fazer coisas boas para os nossos entes queridos e amigos. Alguns até ensinam como tirar o máximo de proveito da vida, como devemos levar uma vida saudável e a nos relacionarmos com as pessoas. A questão não é se esses livros são bons ou ruins. A questão é: nós já temos um manual de vida. A Bíblia é nosso manual de vida. E Deus não nos criou para tirarmos proveito da vida, ele nos criou para acrescentar coisas a vida. Você e eu fomos criados para acrescentar à vida, não apenas para consumir os recursos que ela nos oferece, como comer, respirar, ocupar espaço.

O apóstolo Paulo escreve o capítulo 2 de Efésios dizendo que nossa salvação é pela graça de Deus, e não vem das nossas obras para que não nos gloriemos. A graça inclui tudo aquilo que Deus nos oferece. Quando ele diz: “não vem de obras”, ele exclui a possibilidade de que o homem possa ser salvo por seus próprios méritos. Quando ele diz: “criados para boas obras”,ele diz que, embora nossa salvação não seja por realizar boas obras, nós devemos praticá-las. Logo podemos concluir que não praticamos boas obras para sermos salvas, mas porque somos salvas, nós praticamos boas obras.


Nós fomos colocadas na Terra para fazer uma contribuição. Não devemos enxergar o ser humano apenas como um ser espiritual, mas devemos olhar para ele e ver um ser completo, que precisa de cuidados física e emocionalmente.

Mas antes de ajudar, precisamos saber qual o propósito de Deus em nossas vidas.

A Bíblia nos dá detalhes de como podemos agir.

E como ela apresenta isso?


Nós fomos criadas para servir a Deus
Nós temos uma missão especial: servir a Deus e ao próximo. Cada cristão mantém sua individualidade na obra, mas que juntos formam a Igreja de Cristo, uma vez que o versículo nos diz: “somos feitura sua, criados em Cristo para as boas obras....”

Acabamos de ler em Efésios 2.10 "Pois foi Deus quem nos fez o que somos agora; ele nos criou para que fizéssemos as boas obras que ele já havia preparado para nós".
Essas "boas obras" são o nosso serviço. Sempre que servimos às pessoas de alguma forma, servimos, na verdade, a Deus.


Nós fomos salvas para servir a Deus
Em 2° Timóteo 1.9: "...nos salvou e chamou com uma santa vocação; não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e graça que nos foi dada em Cristo Jesus, antes dos tempos dos séculos".

O que Deus disse a Jeremias se encaixa aqui e vale para nós, (Jeremias 1.5): "Antes do seu nascimento, quando você ainda estava na barriga da sua mãe, eu o escolhi e separei para que você fosse um profeta para as nações".
Deus nos salvou para que pudéssemos exercer uma "santa vocação": mostrar ao mundo o Seu amor e Sua bondade!

Logo, nós não fomos salvas pelo nosso serviço, mas fomos salvas para o serviço no reino de Deus.
Isso nos dá valor e nos mostra o quanto somos importantes para Deus, pois como lemos em 1° Coríntios 6.20, Deus nos comprou e pagou alto preço.
Portanto, não servimos a Deus por causa de culpa, medo ou obrigação. Nós servimos pela alegria e gratidão, pois nosso passado foi perdoado, nosso presente faz sentido e nosso futuro é garantido.

3° Nós somos chamadas para servir a Deus

A Bíblia nos diz que todo cristão é chamado para servir. Em 1° Pedro 2.9 está escrito "Mas vocês são a raça escolhida, os sacerdotes do Rei, a nação completamente dedicada a Deus, o povo que pertence a ele. Vocês foram escolhidos para anunciarem os atos poderosos de Deus, que os chamou da escuridão para a sua maravilhosa luz".
Nosso chamado para ser salvo incluiu o chamado para servir. Os dois se complementam, pois o nosso serviço é necessário no corpo de Cristo.
Cada uma de nós tem um papel a desempenhar e cada um desses papéis é importante. Não existe serviço pequeno para Deus.

Hoje algumas de nós fazem seminário, estudam teologia, outras se especializam em música, serviço social, medicina, fotografia... Seja qual for nosso ramo de estudo ou trabalho, nós devemos em nossas atitudes e ações fazer a bondade de Deus ser reconhecida.

Concluindo

Em Mateus 20.28 lemos: "Porque até o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida para salvar muita gente".
Para os cristãos, servir não é questão de opção, não é algo a fazer se houver condições favoráveis ou tempo disponível, servir é o núcleo da vida cristã.
O próprio Jesus veio para SERVIR e para DAR.
Hoje com nossa vida agitada, a maioria das pessoas se perguntam: quem vai me servir? Muitos se preocupam mais em serem servidos do que servir. Porém um cristão maduro, seguro de sua fé, deixa essas perguntas de lado e segue o exemplo do mestre. " e começa a perguntar; "A quem eu vou servir?"
Deus quer nos usar para fazer diferença no mundo, em nossa cidade, em nossa casa. Deus quer trabalhar através de nós.

Para nossa reflexão, deixo 2 perguntas:

- A quem estamos servindo?
- O que está nos impedindo de aceitar o chamado de Deus para servi-Lo?

segunda-feira, janeiro 23, 2012

Aprendendo a amar

Amar. O que essa palavra significa para você?! Eu vou lhe dizer uma coisa, tudo é sobre amor. Foi o novo mandamento que Jesus nos deu, o mandamento da vida nova, não para eliminar a lei, mas para cumpri-la.

E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. Mateus 22:37-40 

Deus é amor. Quantas vezes você ouviu essa frase? E quantas vezes você parou para entender o significado dela? Deus é AMOR. Jesus nos ensina que só conhecemos a Deus através do amor, porque essa é a essência de Deus.

Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. 1 João 4:8

Amar significa tantas coisas, é a força mais poderosa e importante que nos cerca. Jesus disse que o grande mandamento é o amor, por Deus e pelo próximo. Tudo gira em torno dessa palavra: amor. Um ato de amor ao próximo é muito mais poderoso do que nós podemos imaginar. Você quer conhecer a Deus? AME. Entretanto, embora pareça tão comum, amar é muito mais difícil do que imaginamos e nós temos de aprender isso todos os dias: aprender a olhar com os olhos de Deus, tratar as pessoas do modo que Jesus tratava, olhar para o amor significa olhar para Deus. Então da próxima vez que você for lidar com alguém pense em como Jesus agiria em seu lugar. Ame.


sábado, janeiro 21, 2012

Dica de Livro: Asas no Coração

 "Contratempos são apenas chamadas para despertar, avisando de que algo precisa ser consertado. Educado assim, tornei-me homem. Quem me ama apequena meus erros e enxerga grandeza onde não há. Dá-me uma chance real de ser autêntico, bem-sucedido, feliz e, acima de tudo, coloca asas no meu coração".

Esse livro é um dos meus favoritos, já o li pelo menos 4 vezes. O autor dele é o pastor e conferencista Silmar Coelho, o qual já tive o privilégio de ver pregar algumas vezes. 
De um jeito bem-humorado, nesse livro o Pastor aborda principalmente o hábito que hoje os cristãos tem de bipolarizar as coisas, bom e ruim, sacro e profano, como se a vida fosse apenas céu e inferno, e assim acabam perdendo o equilíbrio, e não aproveitando todo o aprendizado e todas as coisas boas que Deus nos proporciona. 
Acabamos por perder uma característica vital na postura de um cristão: a moderação.
Também aborda a maneira como lidamos com o fracasso e a busca incessante pela tão proclamada "vitória".
Afinal o que é essa vitória? O que é liberdade, se bradamos a quem possa interessar, através de louvores que somos livres, mas se pararmos para pensar, vivemos encarcerados por usos e costumes?
Um livro simples e curto, que nos convida a colocar asas no nosso coração e voar.

Em tempos de Luiza, BBB e blá blá blá, o hábito de ler é um refúgio, enriquecimento cultural e no caso desse livro uma vitamina na vida espiritual.

Esperam que vocês curtam!






sexta-feira, janeiro 20, 2012

Cantoras evangélicas e o lápis de olho(Parte 1)

Já faz algum tempo que tenho prestado atenção nas maquiagens das cantoras/artistas evangélicas! Por curiosidade mesmo...
Em seus DVDs, em apresentações públicas, fotos de seus álbuns..To sempre de olho no “estilo” delas em relação à maquiagem.
E resolvi dividir um pouquinho do que tenho visto aqui com vcs, santas! Vou dividir este post em 2 partes que serão publicadas em 2 semanas diferentes.
Peguei fotos de cantoras evangélicas, de vários estilos musicais(mas não entrarei neste assunto), vários jeitos diferentes de usar maquiagem(algumas praticamente não usam nada, outras usam make bem pesado), e com vários tons de pele diferentes. Foquei mais no lápis de olho que é nosso assunto de hoje, ok?
Desde já, peço desculpa se algumas fotos não estiverem muito boas, mas foram todas tiradas do nosso amado Sr. Google e estavam disponíveis nos blogs e sites pessoais das cantoras.
Já vou adiantar que a linha d'água, que provavelmente falarei muito da tal neste post, é a parte inferior interna do nosso olho onde costumamos passar o lápis.Dentro, acima de onde tem os cílios inferiores. Sabe onde é? Sabe né...
Bom, chega de Bla bla bla e vamos ver as imagens?! Vem comigo:

terça-feira, janeiro 17, 2012

Fotografia

Olá meninas, como sou nova aqui, vou começar me apresentando. Meu nome é Samira, mas todo mundo me chama de Sami, tenho 22 anos, moro no interior do Paraná e vou falar sobre Fotografia.


Quando a Ju me fez o convite, nem pensei muito e já aceitei. Tenho uma história de amor com a fotografia: antes de ser consagrado pastor meu pai era fotógrafo, eu amava pegar filmes e fotos pra brincar, e achava incrível como 'saía luz sozinha' das sombrinhas do estúdio do meu pai e a sombrinha que eu ia pra escolinha, quando chovia, não tinha esse poder (ahahaha)... tudo ficou mais forte quando ganhei uma Kodak vermelha amadora, daí pra frente não parei mais de amar a fotografia. Mas antes de dizer mais, quero deixar bem claro que não sou fotógrafa, não tenho nenhum tipo de qualificação pra falar sobre fotografia, sou curiosa e apaixonada, só isso!


Mas o que é, e pra que serve Fotografia?
Na minha opinião (que não vale muita coisa kkk) a fotografia é a evolução do desenho. Assim como a arte rupestre - lembra dos desenhos nas cavernas que a gente estudou lá na 5ª série? - surgiu da necessidade humana de gravar um momento, a fotografia veio dessa mesma necessidade, mas como uma continuidade, uma evolução. A fotografia conta uma história sem precisar de palavras, marcar um momento, registrar um detalhe, resgata lembranças... É isso que faz a fotografia tão importante, importante pra história mundial, importante para alguns fãs, importante para uma família... E é sobre os vários tipos de fotografias e fotógrafos, e coisas que nos motivam a fotografar, que eu pretendo falar com o tempo, meninas. (:

domingo, janeiro 15, 2012

Sorrir diante do futuro


Quem nunca chegou na reta final do curso da faculdade, ou precisa encarar um novo emprego sabe que fica a sensação de estar com alguns medos em relação ao futuro e as escolhas e possibilidades que surgirão. Ou então, quem nunca ficou ansioso em relação à namoro, pois afinal, ninguém quer ficar sozinho… Nessas ocasiões surgem muitas dúvidas, perguntas, questionamentos.

Mas, que tipo de respostas você procura?

Observe a história de Maria e Marta em Lucas 10:38-42:

Caminhando Jesus e os seus discípulos, chegaram a um povoado, onde certa mulher chamada Marta o recebeu em sua casa.
Maria, sua irmã, ficou sentada aos pés do Senhor, ouvindo a sua palavra.
Marta, porém, estava ocupada com muito serviço. E, aproximando-se dele, perguntou: “Senhor, não te importas que minha irmã tenha me deixado sozinha com o serviço? Dize-lhe que me ajude!”
Respondeu o Senhor: “Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas; todavia apenas uma é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada”.

Você e eu procuramos por respostas todos os dias. Para qualquer questão, seja pessoal, espiritual, emocional. Maria e Marta também procuravam por respostas. Elas procuravam satisfazer seus anseios para assim prosseguirem em sua caminhada.

A grande diferença entre as irmãs era uma questão de PRIORIDADE!

A Bíblia é tão atual, que mesmo uma história de quase 2000 anos fala ao nosso coração. Marta já sofria o mal do século XXI, tinha grandes pré-ocupações e tinha uma vida agitada, queria se sentir útil (nada parecido com os dias de hoje?!?!) enquanto Maria, deixou um pouco de lado a pressa e a aparente organização da casa para o principal: ouvir Jesus!

Quando questionou Jesus porque Maria não estava nem aí para as coisas que estava fazendo, Marta recebeu a resposta que procurava/precisava:

“Marta, a resposta para a sua vida é apenas uma coisa: buscar a Deus em primeiro lugar”.

Puxa! Que grande verdade para a nossa vida. Não precisamos nos preocupar com nada que, se apenas, ficarmos perto de Jesus, saberemos qual é a vontade Dele para nossas vidas e confiarmos que será o melhor futuro que poderemos ter. Isso me lembra o capítulo de Provérbios 31:  a mulher virtuosa, não se preocupa, apenas

“sorri diante do futuro”  v. 25

PS- Queridas meninas, estou muito feliz de estrear aqui como colunista, pois, além da Juh Pimentel ser uma amiga muito querida (que tive o prazer de conhecer pessoalmente em 2011), o Santa Menina edifica muito a vida, desde que o blog entrou no ar! Espero poder abençoar vocês também! 

sábado, janeiro 14, 2012

Sendo aprovada por Deus

Paulo escreve a Timóteo incentivando-o a perseverar e a viver pela graça e na fé em Cristo. No decorrer do capítulo 2 de II Timóteo, Paulo pede a Timóteo que transmita seus ensinamentos e sirva como testemunho vivo para outros irmãos em Éfeso, para que assim também os incentive a viver uma vida reta diante de Deus e não se deixem influenciar por doutrinas vãs e discussões inúteis, mas antes sim, que sejam vaso de honra preparado para ser usado por Deus para boas obras.

Diante da nossa realidade, num mundo cada vez mais globalizado, nossas igrejas tem se deixado influenciar por assuntos seculares e muitos cristãos tem se deixado influenciar por doutrinas que não condizem com os princípios descritos na Bíblia com os quais nós devemos viver e praticar.

Nós como cristãos precisamos nos manter firmes na sã doutrina, sendo fiéis em nossa devoção a Deus.

Como é possível apresentar-se a Deus aprovado?

“Faça tudo o que puder para apresentar-se a Deus aprovado...”

Mas como?

1- Sendo aprovado

Devemos ser leais a Deus, “Se somos infiéis a Deus, ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma nega-se a si mesmo” (II Tim. 2.13). Nós precisamos nos esforçar para permanecermos fiéis a Deus, mesmo com nossos erros e falhas, devemos buscar santidade, buscar viver em comunhão com nossos irmãos, tomando cuidado com as palavras que pronunciamos. Nós devemos adorar a Deus com singeleza de coração, assim, seremos aprovados por Deus e ele nos usará para transformar vidas.

Quando somos aprovados não temos do que se envergonhar

2- “Não tem do que se envergonhar...”

O cristão sincero não tem do que se envergonhar pois seu testemunho é exemplar e ele não prejudica o caminhar do seu semelhante, pelo contrário, ele através de seu testemunho incentiva e demonstra forças para que outros também caminhem com ele. Quando nos apresentamos a Deus com singeleza de coração, ele nos purifica e nos usa. Usa para falar do seu amor a qualquer pessoa. Por isso não podemos deixar, que o medo, ou sentimento de covardia nos impeçam de caminhar com Cristo. Nós precisamos viver em constante consagração das nossas vidas.

Uma vez aprovados por Deus para sua obra e não tendo vergonha do evangelho, nós manejamos bem a palavra da verdade.

3- “Que maneja bem a Palavra da verdade...”

Exemplo1: “Um atleta, quando vai competir, seja qual for a modalidade, ele se prepara para tal e cumpre as regras estabelecidas pelos organizadores”

Nossas vidas devem estar centradas na Palavra de Deus. Nós não podemos nos desviar desse foco. Adversidades, falta de dinheiro, ou preocupações do dia a dia, não podem nos desviar de vivermos segundo as escrituras.

Exemplo 2: Nós estamos aqui, estudando para nos preparar cada vez mais para servir a Deus em nossas igrejas e ministérios.

O que Paulo quis dizer com “manejar bem”?

Ele quis dizer que devemos ter conhecimento das escrituras, diz que devemos ter facilidade para falar das coisas de Deus, e defender a fé cristã.

Para concluir,

Não podemos desprezar ou ignorar aquilo que deus tem colocado em nossos corações. Se não ignorarmos o motivo pelo qual estamos aqui hoje e buscarmos cada vez mais capacitação (pois Deus capacita os escolhidos), Deus nos usará para transformar vidas. Por isso meus amados, não nos deixemos influenciar por coisas mundanas, especulações inúteis que nada tem a nos acrescentar, pelo contrário, só nos prejudicam. Vamos trabalhar juntos, buscando animar uns aos outros.

Reflexão: Faça uma análise de si mesma. Olhe para seu interior e analise seu comportamento, você está apto para apresentar-se a Deus aprovado como obreiro?

Bibliografia

-Bíblia da Liderança Cristã. Almeida Revista e Atualizada, SBB, 2007.

-Novo Testamento Judaico. David Stern, Vida, 2007.

-Dicionário Online – www.dicionariodaweb.com.br

-Bíblia NVI em PDF para dispositivos móveis.

Bjin

Jubis

terça-feira, janeiro 10, 2012

A vida e exemplo de John Bunyan



(Imagem via WeHeartIt)

Olá Santas! :)

Quantas de vocês já tiveram o grande privilégio de passar um tempo lendo o livro "O Peregrino"? Acredito que muitas, afinal ele é o segundo livro de maior circulação no mundo (perdendo apenas pra nossa amada Bíblia). Pra aquelas que ainda não o leram (VAI ATRÁS! É muito bom mesmo, e hoje em dia existem até filmes com a história!), deixo aqui, só pra introduzir o post, um resumo da história:

"O jovem peregrino chamado simplesmente Cristão, atormentado pelo desejo de se ver livre do fardo pesado que carrega nas costas, segue sua jornada por um caminho estreito, indicado por um homem chamado Evangelista, pelo qual se pode alcançar a Cidade Celestial.
No ínterim, surgem-lhe várias adversidades, nas quais ele padece sofrimentos, chegando a perder-se, ser torturado e quase afogar-se. Apesar de tudo, o protagonista mantém-se sempre sóbrio, encontrando auxílio no companheiro de viagem Fiel, um concidadão seu.

A obra é uma alegoria contada como se fosse um sonho, voltando-se sempre a extrair dos eventos narrados alguns ensinamentos bíblicos de forma simbólica, nos moldes das parábolas bíblicas. John Bunyan também aí infere certos fatos históricos do seu tempo, como a perseguição aos Batistas." (Fonte: Wikipédia)

Na verdade eu quero falar nesse post sobre a vida e o exemplo que nos deixou o autor de "O Peregrino", John Bunyan. Nascido em 1628, John sempre foi muito pobre, entretanto seus pais fizeram questão de dar o máximo para que ele pudesse ser educado. Houve vezes em que a pobreza era tanta, que ele não possuía nem um prato ou uma colher, somente exemplares dos livros "O Caminho do Homem Simples para os Céus" e "A Prática da Piedade", que foram tudo o que seu pai o deixara ao morrer.
John Bunyan converteu-se, ao perceber a iminência do inferno e a necessidade de salvação, e até mesmo se auto-intitulou "o principal dos pecadores" (assim como Paulo fez em I Timóteo 1:15). Depois de sua conversão, passou a pregar. Mas, o inimigo, percebendo-se prejudicado pela boa obra que John Bunyan fazia, começou a levantar os mais variados obstáculos para que esse servo de Deus parasse. Entretanto, difamações, mentiras, calúnias e boatos não foram suficientes para parar esse grande herói da fé. Até que um dia, seus opositores o denunciaram por não observar os regulamentos dos cultos à igreja principal, e ele foi preso com pena perpétua, sem direito à revogação da sentença.

Observando esse resumo da vida dele, me deixe explicar uma coisa pra vocês, santas meninas de Deus: John Bunyan tinha uma família com muitos filhos e uma esposa amada. Uma de suas filhinhas era cega. Ele queria pregar a Palavra às pessoas, seu coração ardia por isso! E ali na prisão ele não poderia nem ajudar sua família que tanto precisava dele, nem pregar. E os opositores lhe deram uma oportunidade de se libertar: bastava comprometer-se a não mais pregar quando saísse. E agora, pare só um minuto pra pensar e responda com sinceridade no seu coração, amada: o que VOCÊ faria? Porque de certa forma ele não precisava negar sua fé. Bastava não mais pregar. E estaria livre!

Bom, eis o que John Bunyan respondeu: "Se eu sair hoje da prisão, pregarei amanhã, com o auxílio de Deus". Que coragem! Esse grande homem de Deus preferiu a prisão a renunciar seu chamado. Ele pensava nas almas que precisavam ouvir a Palavra da vida.

Por causa de sua decisão, John Bunyan ficou DOZE anos preso. E só saiu pela grande misericórdia de Deus que ainda tinha muito a fazer com sua vida. Ele saiu e pregou até os 60 anos de idade, quando veio a falecer.

(Imagem via Google)

Agora, meditemos nisso. Nessa história de vida. Eu sempre gostei de ler livros sobre exemplos de vidas de cristãos porque sinto-me ao mesmo tempo compelida a fazer mais e humilhada por fazer tão pouco. E quando penso na vida de John Bunyan eu fico imaginando se eu teria a coragem e a fé suficientes para encarar 12 anos de prisão, deixar minha família, minha filhinha cega, tudo isso para não renunciar ao chamado que Deus me deu.

Eu não sei, irmã, qual chamado o Senhor te deu. Talvez, nesse exato momento, você esteja numa "prisão", sendo provada. Acredite: nosso Deus tem um plano pra tudo que acontece em nossas vidas. John Bunyan, que é nosso exemplo nesse post, passou os doze anos na prisão, e foi lá que ele escreveu o segundo livro de maior circulação do mundo, que tem alcançado tantos corações até hoje, mais de 400 anos depois! Eu não sei porque Deus está te provando, mas EU SEI que Ele tem um motivo. Fique firme, porque Ele é Emanuel, Deus conosco, e em meio às lágrimas também.

Ele te ama MUITO. E vai sempre te amar.
Pra terminar, quero deixar duas frases de John Bunyan que muito me abençoam e também um vídeo de uma música minha que sempre me dá arrepios ao cantar, só de pensar no TREMENDO amor do meu Deus, até quando estou fraca, nas "prisões" da vida.

Deus abençoe vocês, queridas!

"As melhores orações consistem, às vezes, mais em gemidos do que em palavras, e estas palavras não são mais que a mera representação do coração, vida e espírito de tais orações."

"Percebi pelas Escrituras que o Espírito Santo não quer que os homens enterrem os seus talentos e dons, mas antes que despertem esses dons..."


segunda-feira, janeiro 09, 2012

Viver Coisas Novas

 Começo de ano sempre traz aquele clima de planos, expectativas e claro, reflexão. Surgem, listinhas e mais listinhas de objetivos, e isso é bom, penso que planejar ajuda no processo de amadurecimento, mas muitas vezes na ansiedade para conquistar o que tanto se desejou a gente acaba trocando os pés pelas mãos.
Meu ano passado, foi bem diferente. Há alguns tempo atrás rolava, no meu círculo de amigos, a frase: “ O jardineiro é Jesus, e as árvores somos nozes”. Não me lembro ao certo se isso era um vídeo, uma música, ou uma invenção, mas se o jardineiro é Jesus, ano passado o solo dessa árvore que vos fala foi revolvido desde as profundezas da terra.
A Juh falou sobre silêncio no primeiro post do ano (aqui), e em 90% do tempo era tudo isso que eu queria, ouvir o silêncio, ficar em silêncio.
Sabe aqueles momentos que você tem tantos pensamentos , e tantos sentimentos, que tudo que você quer é saber onde fica o botão de desliga de tudo? Pois é, assim.
Em momentos como esse, Deus usa muitas coisas para falar conosco, essa música foi uma delas:



Viver coisas novas!
Fazer uma faxina geral, na cabeça, no coração, na alma, lançar fora tudo que me atormentava, subjugada e oprimia. Me despir de todos os PREconceitos, e viver. Viver de verdade, e não apenas sobreviver.
Se cada uma de nós não aprendermos a aproveitar as coisas simples e boas da vida, se não conhecermos o que é bom, perfeito e agradável, nossa vida ao invés de um milagre, será só uma passagem, rápida e sem graça.
Que essa pequena reflexão, possa encorajá-las a buscar sair da zona de conforto nesse novo ano, e buscar, e querer coisas novas, para que cada uma tenha um ano lindo, e olhe para trás com um sorrisão no rosto.
Vamos viver coisas novas!

Um bom ano e MAIS amor, porque assim tudo flui melhor!

quinta-feira, janeiro 05, 2012

Does anybody hear her... and him?



Ela está correndo
Cem milhas por hora na direção errada
Ela está tentando
Mas o abismo está sempre aumentando
Nas profundezas de seu frio coração
Então ela sai em outra aventura apenas para descobrir
Que está dois anos mais velha
E três passos a mais atrás.

Alguém a ouve? Alguém consegue vê-la?
Ou alguém pelo menos sabe que ela está caindo hoje
Sob as sombras de nossa torre
Com todas as pessoas perdidas e solitárias
Procurando pela Esperança que está escondida em mim e em você
Alguém a ouve? Alguém consegue vê-la?

Ela está ansiosa
Por proteção e afeição
Que ela nunca encontrou em casa
Ela está procurando
Por um herói para calvagar
Calvagar e salvar o dia
E chega seu príncipe encantado
E ele sabe exatamente o que dizer
Lapso momentâneo de razão
E ela se entrega

Se o juízo surge sob cada torre
Se olhares grandiosas de pessoas grandiosas
Não conseguem ver o passado, sua carta escarlate
E nós nunca ao menos a conhecemos


Alguém a ouve? Alguém consegue vê-la?
Ou alguém pelo menos sabe que ela está caindo hoje
Sob as sombras de nossa torre
Com todas as pessoas perdidas e solitárias
Procurando pela Esperança que está escondida em mim e em você
Alguém a ouve? Alguém consegue vê-la?
Ele está correndo
Cem milhas por hora na direção errada...

Ana estava sentada na igreja, era mais um dia de culto comum. Todos estavam celebrando, era dia de festa, inauguração da nova sede! Aleluia. glória a Deus. Muitas almas se achegarão a Deus! Mas Ana estava distante... em seus olhos se via a preocupação, alguma coisa não estava certa. Davi, um dos líderes do grupo de jovens perguntou se estava tudo bem com ela:

- Tudo bem Ana? Parece distante hoje.
- Tudo... Eu só estou um pouco pensativa.
- O que aconteceu?
- Um amigo meu...
- O que aconteceu Ana?
- Davi... Eu posso lhe confessar algo? - Ana estava hesitante. Apesar de saber que poderia confiar em Davi, não se sentia confortável para falar sobre aquilo.
- Claro Ana... Se eu puder te ajudar, orarei por você!
- Certo... Na verdade, eu estou chateada por causa desse meu amigo.
- Ele te fez alguma coisa?
- Não... Mas ele está passando por tantos problemas... Queria ajudá-lo, não sei como.
- Ele é cristão?
- Não... Na verdade...
- Na verdade?
- Ele não acredita em Deus.
- Ihhh, então é complicado né Ana? Você tem falado do amor de Deus para ele?
- Eu tento, mas ele resiste.
- Então só o que você pode fazer é orar para que Deus quebre seu duro coração.
- Orarei... Você me ajuda em oração Davi?
- Claro Ana, podemos nos lembrar disso no culto.

Ana foi embora ainda se sentindo mal. Orou, orou e orou. Mas as coisas continuavam as mesmas. De repente, ela recebe uma mensagem:

Oi Ana, aqui é o Júlio. Vamos sair hoje? Tá afim de ouvir aquele disco sobre o qual eu te falei?

 Ana não pensou duas vezes, pegou sua bolsa e foi ao encontro de Júlio. Ao chegar em sua casa, percebeu que Júlio estava estranho, parecia... bêbado. Chocada, Ana falou um monte para Júlio e depois foi embora.
Ao chegar em sua casa, chorou, chorou e chorou... Estava arrasada.
Foi dormir chorando, sem entender porque aquilo a deixava assim tão triste.

Amanheceu o dia, era domingo e Ana estava se arrumando para o culto, quando Júlio apareceu em sua casa. Cabisbaixo e envergonhado, ele pediu desculpas e tentou explicar que era mais forte que ele... Ele não conseguia se controlar e acabava acontecendo.
Ana conversou com Júlio e no fim acabou entendendo, mesmo discordando. Deu-lhe um abraço bem forte e sentiu que Júlio estava começando a ceder... Era um bom momento para falar de Jesus.

- Sabe Júlio... Acho que você deveria vir comigo a igreja hoje...
- Para que Ana? De novo esse papo?
- Desculpa... Mas você sabe.... Nas palavras de Jesus eu encontro amor e perdão para meus pecados e assim consigo sentir paz, alegria, sem precisar me render a coisas externas como... err... bebida.
- Ah Ana... você pecados? Claro... esqueci que você é trombadinha nas horas vagas.
- Ah Júlio para de ser bobo, até parece que não me conhece. Eu tenho meus erros, as vezes minto, as vezes sinto ódio, as vezes sou egoísta. E tudo isso me faz ser tão falha quanto você diante de Deus.
- Então porque você vai para a igreja?
- Porque ao reconhecer que eu tenho minhas fraquezas, procuro aprender mais de Jesus, para ser uma pessoa um pouquinho diferente a cada dia.
- E você não pode ser diferente sem ir a igreja?
- Mas porque eu não iria?
- Não sei. Não me parece um lugar muito certo.
- E não é mesmo.
- E então, porque você vai?
- Porque lugares certos são para pessoas certas e como eu disse, eu não sou uma pessoa certa.
- Você é confusa e maluca.
- E você é teimoso e arrogante.
- Arrogante? Agora eu sou arrogante?
- É sim. Você se julga superior as pessoas da igreja. Você se acha mais inteligente de não estar ali sendo manipulado. Mas nunca se permitiu descer alguns degraus e ir conhecê-los. É muito mais fácil julgar né?!
- Eu posso conhecê-los.
- Ah é? Então você vai comigo hoje?
- Ahhh não... Hoje não. Não estou pronto. - Júlio olhou para sua roupa e não se sentiu muito bem com a ideia. Aquela calça rasgada e aquela camiseta de reggae... No meio das pessoas com ternos e vestidos? Não, não... Melhor não.
- Você é um covarde Júlio... Agora me deixa que eu tenho que ir...

Ana pegou a bíblia e caminhou pela rua em direção a igreja, torcendo para que Júlio mudasse de ideia e fosse com ela. Ela foi se afastando e ele foi ficando cada vez mais distante, até que...

- espera. - Júlio deu um grito no meio da rua.
Ana se virou e de repente Júlio estava correndo em sua direção.
- Eu vou com você. Mas me deixa passar em casa e colocar uma roupa melhor?
- Claro Júlio, claro.

Ela abraçou ele e foram juntos até a sua casa. Por dentro Ana se sentia completamente feliz, dessa vez ele vai se converter!, foi o que ela pensou. Tanta alegria mal cabia no peito de Ana. Glória a Deus pela conquista. glória a Deus!

Continua...

Essa é uma estória baseada na música Does anybody hear her? da banda americana Casting Crows.  Qualquer semelhança com uma realidade é MERA COINCIDÊNCIA e seus personagens não representam nada além de pura ficção. 

domingo, janeiro 01, 2012

2 anos de Santa Menina!!!

SM ano 2
Exatamente hoje o Santa Menina completa dois anos inteirinhos no ar – e não tinha ocasião melhor para apresentar a vocês nossa nova roupinha, toda trabalhada na delicadeza dos tons pasteis :) Gostaram? A Jess, mais uma vez, ficou responsável por desenhar e programar o novo lay pra que ele funcionasse assim bonito pra vocês.