terça-feira, janeiro 10, 2012

A vida e exemplo de John Bunyan



(Imagem via WeHeartIt)

Olá Santas! :)

Quantas de vocês já tiveram o grande privilégio de passar um tempo lendo o livro "O Peregrino"? Acredito que muitas, afinal ele é o segundo livro de maior circulação no mundo (perdendo apenas pra nossa amada Bíblia). Pra aquelas que ainda não o leram (VAI ATRÁS! É muito bom mesmo, e hoje em dia existem até filmes com a história!), deixo aqui, só pra introduzir o post, um resumo da história:

"O jovem peregrino chamado simplesmente Cristão, atormentado pelo desejo de se ver livre do fardo pesado que carrega nas costas, segue sua jornada por um caminho estreito, indicado por um homem chamado Evangelista, pelo qual se pode alcançar a Cidade Celestial.
No ínterim, surgem-lhe várias adversidades, nas quais ele padece sofrimentos, chegando a perder-se, ser torturado e quase afogar-se. Apesar de tudo, o protagonista mantém-se sempre sóbrio, encontrando auxílio no companheiro de viagem Fiel, um concidadão seu.

A obra é uma alegoria contada como se fosse um sonho, voltando-se sempre a extrair dos eventos narrados alguns ensinamentos bíblicos de forma simbólica, nos moldes das parábolas bíblicas. John Bunyan também aí infere certos fatos históricos do seu tempo, como a perseguição aos Batistas." (Fonte: Wikipédia)

Na verdade eu quero falar nesse post sobre a vida e o exemplo que nos deixou o autor de "O Peregrino", John Bunyan. Nascido em 1628, John sempre foi muito pobre, entretanto seus pais fizeram questão de dar o máximo para que ele pudesse ser educado. Houve vezes em que a pobreza era tanta, que ele não possuía nem um prato ou uma colher, somente exemplares dos livros "O Caminho do Homem Simples para os Céus" e "A Prática da Piedade", que foram tudo o que seu pai o deixara ao morrer.
John Bunyan converteu-se, ao perceber a iminência do inferno e a necessidade de salvação, e até mesmo se auto-intitulou "o principal dos pecadores" (assim como Paulo fez em I Timóteo 1:15). Depois de sua conversão, passou a pregar. Mas, o inimigo, percebendo-se prejudicado pela boa obra que John Bunyan fazia, começou a levantar os mais variados obstáculos para que esse servo de Deus parasse. Entretanto, difamações, mentiras, calúnias e boatos não foram suficientes para parar esse grande herói da fé. Até que um dia, seus opositores o denunciaram por não observar os regulamentos dos cultos à igreja principal, e ele foi preso com pena perpétua, sem direito à revogação da sentença.

Observando esse resumo da vida dele, me deixe explicar uma coisa pra vocês, santas meninas de Deus: John Bunyan tinha uma família com muitos filhos e uma esposa amada. Uma de suas filhinhas era cega. Ele queria pregar a Palavra às pessoas, seu coração ardia por isso! E ali na prisão ele não poderia nem ajudar sua família que tanto precisava dele, nem pregar. E os opositores lhe deram uma oportunidade de se libertar: bastava comprometer-se a não mais pregar quando saísse. E agora, pare só um minuto pra pensar e responda com sinceridade no seu coração, amada: o que VOCÊ faria? Porque de certa forma ele não precisava negar sua fé. Bastava não mais pregar. E estaria livre!

Bom, eis o que John Bunyan respondeu: "Se eu sair hoje da prisão, pregarei amanhã, com o auxílio de Deus". Que coragem! Esse grande homem de Deus preferiu a prisão a renunciar seu chamado. Ele pensava nas almas que precisavam ouvir a Palavra da vida.

Por causa de sua decisão, John Bunyan ficou DOZE anos preso. E só saiu pela grande misericórdia de Deus que ainda tinha muito a fazer com sua vida. Ele saiu e pregou até os 60 anos de idade, quando veio a falecer.

(Imagem via Google)

Agora, meditemos nisso. Nessa história de vida. Eu sempre gostei de ler livros sobre exemplos de vidas de cristãos porque sinto-me ao mesmo tempo compelida a fazer mais e humilhada por fazer tão pouco. E quando penso na vida de John Bunyan eu fico imaginando se eu teria a coragem e a fé suficientes para encarar 12 anos de prisão, deixar minha família, minha filhinha cega, tudo isso para não renunciar ao chamado que Deus me deu.

Eu não sei, irmã, qual chamado o Senhor te deu. Talvez, nesse exato momento, você esteja numa "prisão", sendo provada. Acredite: nosso Deus tem um plano pra tudo que acontece em nossas vidas. John Bunyan, que é nosso exemplo nesse post, passou os doze anos na prisão, e foi lá que ele escreveu o segundo livro de maior circulação do mundo, que tem alcançado tantos corações até hoje, mais de 400 anos depois! Eu não sei porque Deus está te provando, mas EU SEI que Ele tem um motivo. Fique firme, porque Ele é Emanuel, Deus conosco, e em meio às lágrimas também.

Ele te ama MUITO. E vai sempre te amar.
Pra terminar, quero deixar duas frases de John Bunyan que muito me abençoam e também um vídeo de uma música minha que sempre me dá arrepios ao cantar, só de pensar no TREMENDO amor do meu Deus, até quando estou fraca, nas "prisões" da vida.

Deus abençoe vocês, queridas!

"As melhores orações consistem, às vezes, mais em gemidos do que em palavras, e estas palavras não são mais que a mera representação do coração, vida e espírito de tais orações."

"Percebi pelas Escrituras que o Espírito Santo não quer que os homens enterrem os seus talentos e dons, mas antes que despertem esses dons..."


9 comentários:

  1. Minha querida Fran, fico maravilhada a cada coisa que leio vindo de você! Obrigada por se permitir ser usada pelo Espirito Santo :) Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  2. lindinha é isso ai... um exemplo lindo!
    Eu admiro demais essa coragem pq eu sou sincera, sou fraca demais, não sou assim.
    mas admiro e creio que essas grandes pessoas receberão uma recompensa por todo sofrimento :)

    ResponderExcluir
  3. Eu li esse post quanto ele tava em rascunho, e agora precisei voltar aqui pra reler, agora com lágrimas nos olhos, as seguintes palavras de conforto:

    "Eu não sei, irmã, qual chamado o Senhor te deu. Talvez, nesse exato momento, você esteja numa "prisão", sendo provada. Acredite: nosso Deus tem um plano pra tudo que acontece em nossas vidas. (...) Eu não sei porque Deus está te provando, mas EU SEI que Ele tem um motivo. Fique firme, porque Ele é Emanuel, Deus conosco, e em meio às lágrimas também."

    Amém, Fran!

    ResponderExcluir
  4. Lindo post Fran! O Peregrino é um dos meus livros preferidos, é realmente um livro ótimo eu recomendo. aah a versão que eu tenho é a da Martin Claret tem A Peregrina também e vem contando um pouco da história de vida de Bunyan, recomendo. beijos.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. @Mariana É mesmo, Mariana? Não conhecia A Peregrina, vou correr atrás! :)
    Muito obrigada pela dica!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Olá meniinas!
    Primeira vez aqui no blog e eu simplesmente amei! Nem dá vontade de sair mais! rsrsrsrs
    Bom, gostaria muito de fazer parceria com vcs abençoadas.
    Tô aguardando a resposta! Ah, e estou seguindo! :*
    Shallon.

    http://pontovirgulajc.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Que história de vida, não conhecia a história desse homem de Deus!
    Muitoo forte!! E a mensagem que você traz pra nós Fran é inspiradora e encorajadora Deus a abençoe ainda maaaaais!!

    ResponderExcluir
  9. Graça e paz!

    Você deve se lembrar do blog Siga o Mestre, pois é, ele foi desativado em 2011, mesmo contando com mais de 45.000 visitas, decidimos por desativá-lo para que pudessemos desenvolver um trabalho missionário mais ativo e maduro, fruto inclusive das experiências deste blog antigo.

    Fogo para Missões ó nome escolhido para identificar o chamado pessoal em nossas vidas, o fogo faz alusão ao avivamento pelo qual oramos, e missões porque acreditamos que o veradeiro avivamento tem apenas um propósito, o de revestir o cristão para realizar a grande comissão, anunciando a Jesus, o Salvador, por isso Fogo para Missões.

    Você deve se lembrar também que através do blog Siga o Mestre havíamos estabelecido uma parceria abençoada com o propósito de divulgarmos reciprocamente nossos blogs, artigos e publicações, e é este o convite que venho lhe fazer, para que nos visite, conheça nossas publicações e, se houver interesse, que esta parceria possa ser transferida para o BlogFpM, do ministério Fogo para Missões.

    No BlogFpM são publicados apenas artigos missionários, em geral um convite a atitude missionária, além da promoção do projeto #TempodeOração, um movimento de clamor por missões. Todos os detalhes deste projeto, que já está sendo abraçado por igrejas e também outros blogs e sites cristãos, você pode encontrar no site do ministério, www.fogoparamissoes.com.

    Que o SENHOR te abençoe desde Sião, e que este seja uma ano missionário para sua vida! #TempodeOração, juntos, clamando incessantemente pelo avivamento missionário.

    Edinelson F. Lopes
    Ministério Fogo para Missões
    @FogoparaMissoesBlogFpMFaceBook

    O Ministério Fogo para Missões tem o objetivo de servir igrejas locais na realização de missões, hoje estamos olhando e orando pela região do Vale do Ribeira, este é nosso chamado, qual é o seu? Não espere mais, clame ao SENHOR e seja a benção pela qual o mundo tanto geme! (Romanos 8:19)

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos, difamatórios ou com conteúdo ilicito proibido por lei serão deletados e o seu autor bloqueado não podendo mais visitar esse site.

Deixe sua opinião sincera, discuta, critique e sugestione mas com muita educação, do contrário também será bloqueado :)

Para ter a sua foto nos comentários desse blog é preciso cadastro no Blogger