quinta-feira, janeiro 05, 2012

Does anybody hear her... and him?



Ela está correndo
Cem milhas por hora na direção errada
Ela está tentando
Mas o abismo está sempre aumentando
Nas profundezas de seu frio coração
Então ela sai em outra aventura apenas para descobrir
Que está dois anos mais velha
E três passos a mais atrás.

Alguém a ouve? Alguém consegue vê-la?
Ou alguém pelo menos sabe que ela está caindo hoje
Sob as sombras de nossa torre
Com todas as pessoas perdidas e solitárias
Procurando pela Esperança que está escondida em mim e em você
Alguém a ouve? Alguém consegue vê-la?

Ela está ansiosa
Por proteção e afeição
Que ela nunca encontrou em casa
Ela está procurando
Por um herói para calvagar
Calvagar e salvar o dia
E chega seu príncipe encantado
E ele sabe exatamente o que dizer
Lapso momentâneo de razão
E ela se entrega

Se o juízo surge sob cada torre
Se olhares grandiosas de pessoas grandiosas
Não conseguem ver o passado, sua carta escarlate
E nós nunca ao menos a conhecemos


Alguém a ouve? Alguém consegue vê-la?
Ou alguém pelo menos sabe que ela está caindo hoje
Sob as sombras de nossa torre
Com todas as pessoas perdidas e solitárias
Procurando pela Esperança que está escondida em mim e em você
Alguém a ouve? Alguém consegue vê-la?
Ele está correndo
Cem milhas por hora na direção errada...

Ana estava sentada na igreja, era mais um dia de culto comum. Todos estavam celebrando, era dia de festa, inauguração da nova sede! Aleluia. glória a Deus. Muitas almas se achegarão a Deus! Mas Ana estava distante... em seus olhos se via a preocupação, alguma coisa não estava certa. Davi, um dos líderes do grupo de jovens perguntou se estava tudo bem com ela:

- Tudo bem Ana? Parece distante hoje.
- Tudo... Eu só estou um pouco pensativa.
- O que aconteceu?
- Um amigo meu...
- O que aconteceu Ana?
- Davi... Eu posso lhe confessar algo? - Ana estava hesitante. Apesar de saber que poderia confiar em Davi, não se sentia confortável para falar sobre aquilo.
- Claro Ana... Se eu puder te ajudar, orarei por você!
- Certo... Na verdade, eu estou chateada por causa desse meu amigo.
- Ele te fez alguma coisa?
- Não... Mas ele está passando por tantos problemas... Queria ajudá-lo, não sei como.
- Ele é cristão?
- Não... Na verdade...
- Na verdade?
- Ele não acredita em Deus.
- Ihhh, então é complicado né Ana? Você tem falado do amor de Deus para ele?
- Eu tento, mas ele resiste.
- Então só o que você pode fazer é orar para que Deus quebre seu duro coração.
- Orarei... Você me ajuda em oração Davi?
- Claro Ana, podemos nos lembrar disso no culto.

Ana foi embora ainda se sentindo mal. Orou, orou e orou. Mas as coisas continuavam as mesmas. De repente, ela recebe uma mensagem:

Oi Ana, aqui é o Júlio. Vamos sair hoje? Tá afim de ouvir aquele disco sobre o qual eu te falei?

 Ana não pensou duas vezes, pegou sua bolsa e foi ao encontro de Júlio. Ao chegar em sua casa, percebeu que Júlio estava estranho, parecia... bêbado. Chocada, Ana falou um monte para Júlio e depois foi embora.
Ao chegar em sua casa, chorou, chorou e chorou... Estava arrasada.
Foi dormir chorando, sem entender porque aquilo a deixava assim tão triste.

Amanheceu o dia, era domingo e Ana estava se arrumando para o culto, quando Júlio apareceu em sua casa. Cabisbaixo e envergonhado, ele pediu desculpas e tentou explicar que era mais forte que ele... Ele não conseguia se controlar e acabava acontecendo.
Ana conversou com Júlio e no fim acabou entendendo, mesmo discordando. Deu-lhe um abraço bem forte e sentiu que Júlio estava começando a ceder... Era um bom momento para falar de Jesus.

- Sabe Júlio... Acho que você deveria vir comigo a igreja hoje...
- Para que Ana? De novo esse papo?
- Desculpa... Mas você sabe.... Nas palavras de Jesus eu encontro amor e perdão para meus pecados e assim consigo sentir paz, alegria, sem precisar me render a coisas externas como... err... bebida.
- Ah Ana... você pecados? Claro... esqueci que você é trombadinha nas horas vagas.
- Ah Júlio para de ser bobo, até parece que não me conhece. Eu tenho meus erros, as vezes minto, as vezes sinto ódio, as vezes sou egoísta. E tudo isso me faz ser tão falha quanto você diante de Deus.
- Então porque você vai para a igreja?
- Porque ao reconhecer que eu tenho minhas fraquezas, procuro aprender mais de Jesus, para ser uma pessoa um pouquinho diferente a cada dia.
- E você não pode ser diferente sem ir a igreja?
- Mas porque eu não iria?
- Não sei. Não me parece um lugar muito certo.
- E não é mesmo.
- E então, porque você vai?
- Porque lugares certos são para pessoas certas e como eu disse, eu não sou uma pessoa certa.
- Você é confusa e maluca.
- E você é teimoso e arrogante.
- Arrogante? Agora eu sou arrogante?
- É sim. Você se julga superior as pessoas da igreja. Você se acha mais inteligente de não estar ali sendo manipulado. Mas nunca se permitiu descer alguns degraus e ir conhecê-los. É muito mais fácil julgar né?!
- Eu posso conhecê-los.
- Ah é? Então você vai comigo hoje?
- Ahhh não... Hoje não. Não estou pronto. - Júlio olhou para sua roupa e não se sentiu muito bem com a ideia. Aquela calça rasgada e aquela camiseta de reggae... No meio das pessoas com ternos e vestidos? Não, não... Melhor não.
- Você é um covarde Júlio... Agora me deixa que eu tenho que ir...

Ana pegou a bíblia e caminhou pela rua em direção a igreja, torcendo para que Júlio mudasse de ideia e fosse com ela. Ela foi se afastando e ele foi ficando cada vez mais distante, até que...

- espera. - Júlio deu um grito no meio da rua.
Ana se virou e de repente Júlio estava correndo em sua direção.
- Eu vou com você. Mas me deixa passar em casa e colocar uma roupa melhor?
- Claro Júlio, claro.

Ela abraçou ele e foram juntos até a sua casa. Por dentro Ana se sentia completamente feliz, dessa vez ele vai se converter!, foi o que ela pensou. Tanta alegria mal cabia no peito de Ana. Glória a Deus pela conquista. glória a Deus!

Continua...

Essa é uma estória baseada na música Does anybody hear her? da banda americana Casting Crows.  Qualquer semelhança com uma realidade é MERA COINCIDÊNCIA e seus personagens não representam nada além de pura ficção. 

14 comentários:

  1. Eba! O SM voltou com tudo eim :) Já estava com saudades dos posts. beijos

    ResponderExcluir
  2. Música Linda!!
    Continua logo esse drama ai pra nós!! #ansiosa
    Você que criou toda a história? se foi parabéns pelo desenvolvimento!!
    Beijooos :*

    ResponderExcluir
  3. Nossa amei,muito boa a letra e a história ficou demais,parabéns Jess *_* Estava com saudades dos posts daqui,bjs...

    ResponderExcluir
  4. Ahhh, amo histórias!! E acho que já tenho uma ideia de onde vai dar essa história, Jess (: Mal posso esperar pela continuação.

    Falando nisso, tem uma outra música do CC que combina com esse post: http://letras.terra.com.br/casting-crowns/295527/traducao.html

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. @Thais Cristina aiehiueh fui eu sim, logo logo tem continuação :)

    ResponderExcluir
  6. hum... gosto muito de casting crows.amei a historia, ja estou anciosa pela continuação, bjs

    ResponderExcluir
  7. Aaai, a estória continua?! Odeio esperar, fiquei curiosa. Bota logo, bota! \o/ rsrsrs :)

    O blog tá lindo, uma bênção! Parabéns para as escritoras.

    Fiquem na paz. Beijos :*

    ResponderExcluir
  8. @Caroline G. tem sim, mas vai ter que esperar um pokito :)

    ResponderExcluir
  9. Nossa!!! Muito legal hein, espero que dê tudo certo pra nossa amiga Ana!!! E que a cada dia sejamos um pouco "Ana" também, pra não desistirmos de mostrar o amor de Jesus pros "Júlios" da vida!

    ResponderExcluir
  10. Mto legal, espero a segunda parte!! bju

    ResponderExcluir
  11. Que história, o que mais me chamou atenção foi a ousadia de Ana, talvez se ela tivesse usado de sentimentos dizendo "Vamos comigo Júlio, por favor... e blablabla" ele nunca viesse, mas ela foi corajosa, ousada, destemida e disse "Você é um covarde Júlio... Agora me deixa que eu tenho que ir..." dando as costas, é assim que tem que ser, fazer nossa parte e pronto Deus fará o obra no coração da pessoa!!!
    Que a continuação venha logooooo!!
    beijo Jess!!

    ResponderExcluir
  12. minha historia?
    tenho um amigo assim e tenho orado muito por ele,
    meninas, Jesus e maior!!!

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos, difamatórios ou com conteúdo ilicito proibido por lei serão deletados e o seu autor bloqueado não podendo mais visitar esse site.

Deixe sua opinião sincera, discuta, critique e sugestione mas com muita educação, do contrário também será bloqueado :)

Para ter a sua foto nos comentários desse blog é preciso cadastro no Blogger